Domingo, Janeiro 29, 2023
InícioUncategorizedCão ferido preso na via férrea durante 2 dias protegido por um...

Cão ferido preso na via férrea durante 2 dias protegido por um irmão leal que se recusou a partir

Dois atributos que são sem dúvida reais em relação aos caninos é que eles são leais e também assumem. É parte da razão pela qual gostamos tanto deles. É por isso que os consideramos tão amigos.

Os cães não são simplesmente leais aos indivíduos, no entanto, eles são leais à sua matilha. Eles são leais a outros cães de estimação, especificamente quando permanecem no pr.oble.m.

Este conto é de um cão dedicado que se recusou a deixar o lado da sua irmã, mesmo que isso o tenha colocado em dan.ger.

Lucy fica presa nos carris do comboio.
Há dois lugares que são piores para ficar preso do que nos carris do comboio. Foi isso que aconteceu especificamente à Lucy, no entanto. O animal de estimação mau ficou preso numa colecção viva de carris durante 2 dias.

O irmão de Lucy é um cão de estimação chamado Panda e também se recusou a deixar o seu lado durante toda a provação. O Panda é um grande rapaz.

Esta foi também uma colecção viva de carris de comboio.

Os comboios passariam por cima de ambos os cães, no entanto, nunca os atacariam ou feririam.

Se os dois animais de estimação se deitarem, os comboios simplesmente passariam por cima deles.

Panda deveria ter sabido o quão apertado isto era para a sua irmã.

Recusou-se a deixar o seu lado e também ficou com ela quando os comboios iam e vinham.

O Panda não ia deixar a Lucy em paz. Ele é um irmão extremamente dedicado.

O Panda traria comida à Lucy.

Com Lucy aderiu aos trilhos, ela confiou no Panda para trazer a sua comida. Era evidente que a única prioridade máxima do Panda era manter a sua irmã a salvo. Além disso, ele mantinha-a quente enquanto os dois se aconchegavam um com o outro nas condições climatéricas frias da Ucrânia.

Denis Malafeyev capturou o evento traumático perante as câmaras. Ele também ajudou um abrigo regional de animais de estimação a salvar os dois cães. Em seguida, publicou na sua página de Internet do Facebook sobre o que aconteceu.

Porque é que o homem não salvou realmente a Lucy?

O factor que Denis não foi capaz de salvar a própria Lucy foi o resultado da segurança que o Panda tinha para ela.

Panda deve ter pensado que Lucy era vulnerável, que haveria animais de estimação ou seres humanos por aí que certamente a tentariam prejudicar. Agiu de forma extremamente agressiva para qualquer pessoa que certamente tentaria aproximar-se dela.

Tanto o Panda como a Lucy são salvos.

Passaria algum tempo antes que tanto o Panda como a Lucy estivessem suficientemente tranquilos para que os socorristas pudessem aproximar-se deles. A dada altura, Lucy foi libertada dos rastos.

Ambos os caninos foram absorvidos para uma avaliação clínica. Descobriu-se que a Lucy tinha apenas alguns cortes, bem como hematomas, mas de resto era óptima. Panda foi adicionalmente ileso.

Os socorristas certamente também descobririam que havia por aí um proprietário doente preocupado que estava à procura do par.

Panda e Lucy estão reunidos com o seu proprietário.

Panda, bem como o dono da Lucy, viram o vídeo clipe que Denis carregou no Facebook. Ele compreendeu que aqueles eram os seus 2 cães.

Chamou os socorristas e teve a capacidade de dar papelada mostrando que tanto o Panda como a Lucy eram seus. Em última análise, todo o grupo foi reintegrado de bom grado após um terrível par de dias.

As coisas podem ter corrido ainda muito pior para Lucy se ela não tivesse um irmão fiel como Panda. Esta história mostra quão leais, corajosos, assim como notáveis podem ser os nossos bons amigos caninos.

Veja a coragem incrível de Panda e também a dedicação à sua mana no vídeo abaixo!
Partilhe isto com os seus entes queridos.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Most Popular

Recent Comments